a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 649, referente ao período de 11 a 17 de dezembro de 2017. ***** Grato por sua atenção.

domingo, 30 de abril de 2017

Todo meu amargor

        

      A morte de Jerry Adriani deixou muito triste o adolescente que fui. Lembro-me das tardes de um tempo que se foi. No trajeto para o Ginásio Pernambucano, na rua da Aurora, Recife, eu passava sempre pela praça Maciel Pinheiro, onde estava localizado o Hotel São Domingos. 
         Não era difícil encontrar aglomerações em torno das celebridades que ali se hospedavam, a exemplo de algumas que conheci chegando ao local: Martha Vasconcellos, Miss Universo 1968; Roberto Carlos, Vanusa e Jerry Adriani. O movimento musical Jovem Guarda estava no auge e Jerry Adriani era um dos meus cantores preferidos. 
       Entre suas canções, "Querida", aquela que põe em ebulição as minhas emoções inacabadas.


Querida, 
Quero lhe dizer, 
Que toda a minha vida entreguei a você.
Procure olvidar o que lhe fiz, 
Querida perdoe, querida não vá.

Oh querida relembre os momentos tão felizes,
Que juntinhos passamos sob a luz do luar.
Diga ao menos, meu bem, 
Que de mim não tem mais rancor,
Pra que eu possa esquecer todo o meu amargor.


         Resta-me administrar todo meu amargor mentalizando que Jerry Adriani está em paz, a caminho de outra missão, em um dos fantásticos mundos do Pai.
----------
 – Daslan Melo Lima, em Timbaúba, PE, na vigésima quinta madrugada de abril de 2017, ouvindo “Querida”, https://www.youtube.com/watch?v=YQv4G2kCU0U

*****

Nenhum comentário: