a *****

SEJA BEM-VINDO ! SEJA BEM-VINDA! VOCÊ ESTÁ EM PASSARELA CULTURAL, a sua revista on-line semanal, fundada em 02/07/2004. ***** Esta é a edição nº 646, referente ao período de 19 a 25 de novembro de 2017. ***** Editor: Daslan Melo Lima ***** Timbaúba, Pernambuco, Brasil ***** Telefone: (81) 9.9612-0904 (Tim). ***** WhatsApp: +55 81 9.9612.0904 ***** E-mail: daslan@terra.com.br

terça-feira, 6 de outubro de 2009

SESSÃO NOSTALGIA - ANA GLITZ, UMA ALEGRIA PARA SEMPRE

Daslan Melo Lima

               Sou um cultivador nostálgico de fantasias e sonhos. Concordo com o poeta gaúcho Mário Quintana (1906-1994), quando ele diz no seu poema “Uma alegria para sempre“ : “As coisas que não conseguem ser olvidadas continuam acontecendo.”

               Parece que foi ontem. Parece que estou vendo pela televisão o rosto e os olhos lindos de Ana Glitz, Miss Brasil Beleza Internacional 1984. Ela passava beleza, charme, sensualidade e doçura. Adorava sol, praia, mar e as poesias do poeta gaúcho Mário Quintana.



               A trajetória de Ana Glitz nas passarelas começou em 1983, quando foi eleita Miss do Futebol Carioca, representando o Vasco da Gama, seu clube de coração. Em 1984, como Miss do clube que a lançou, foi a segunda colocada no Miss Rio de Janeiro; semifinalista do concurso Garota do Fantástico e representante do Brasil no Miss Beleza Internacional, realizado no Japão, onde se destacou entre as quinze semifinalistas. Em 1985, no carnaval, Ana Glitz recebeu o título de Miss Clube Sírio Libanês e em outubro disputou o Miss Mundo Brasil, onde voltou a brilhar, embora não tenha conseguido um lugar no Top 3.



               As fotos que ilustram esta matéria foram publicadas na extinta revista First Class, número 2, 1985. “Corpo de Mulher”, assim era o título do ensaio fotográfico de Ana Glitz, no esplendor dos seus 22 anos de idade. Entre uma foto e outra, a revista publicou alguns versos de Mário Quintana, selecionados pela própria Ana Glitz.





“Eu queria trazer-te uns versos muito lindos...
Trago-te estas mãos vazias
Que vão tomando a forma do teu seio”



"A menina dança sozinha por um momento
A menina dança sozinha com o vento,
com o ar, com o sonho de olhos imensos...
A forma grácil de suas pernas
ele é que as plasma,
o seu par de ar, de vento,
o seu par fantasma..."

"Menina de olhos imensos,
tu, agora, paras,
mas a mão ainda erguida
segura ainda no ar
o hastil invisível deste poema!"





“Minha vida é uma colcha de retalhos,
todos da mesma cor.”



               De vez em quando, abro um dos meus álbuns de recortes sobre concursos de misses e me transporto para os anos oitenta, dos quais Ana Glitz é um ícone. Fecho os olhos. Tendo o silêncio e o vento como companhia, recito diante de uma passarela imaginária "Uma alegria para sempre", de Mário Quintana.



               Sou um cultivador eterno de fantasias e sonhos, pois “as coisas que não conseguem ser olvidadas continuam acontecendo.”

UMA ALEGRIA PARA SEMPRE

Mário Quintana



As coisas que não conseguem ser olvidadas
continuam acontecendo.
Sentimo-las como da primeira vez,
sentimo-las fora do tempo,
nesse mundo do sempre
onde as datas não datam.
Só no mundo do nunca existem lápides...



Que importa se - depois de tudo - tenha "ela" partido
ou que quer que te haja feito, em suma?
Tiveste uma parte da sua vida que foi só tua e, esta,
ela jamais a poderá passar de ti para ninguém.



Há bens inalienáveis, há certos momentos que,
ao contrário do que pensas,
fazem parte de tua vida presente
e não do teu passado.
E abrem-se no teu sorriso mesmo quando,
deslembrado deles,
estiveres sorrindo a outras coisas.



Ah, nem queiras saber o quanto deves à ingrata
criatura...
A thing of beauty is a joy for ever
- disse, há cento e muitos anos,
um poeta inglês que não conseguiu morrer.

*****

14 comentários:

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Roberto Macêdo, via e-mail:
>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Daslan,

Tudo bem?

Como as coisas mudam... acompanhei a trajetória de Ana Glitz e hoje, certamente, ela teria sido uma Miss Universo. Sabe por quê? Porque o que ela tinha de "deficiente" no seu corpo hoje seria facilmente corrigível. Ou seja, Ana não tinha nada de busto. Os seios eram como de um rapaz! E quando vejo nos boards os noviços endeusando Ana, nenhum deles parece reparar nas fotos o que ela tem "de menos". Logo, vitória justíssima de Valéria Freire Pereira, que poderia até ter sido Miss Brasil.

Um abraço e bom domingo,

Roberto

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

DASLAN MELO LIMA disse...

Comentário de Mucíolo Ferreira, via e-mail.
>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Daslan,

Ótima lembrança da Sessão Nostalgia em homenagear a valente Ana Glitz.
Mas, apesar de ter sido uma das candidatas a Miss Rio de Janeiro mais bonitas nos saudosos anos 80, a representante do Vasco da Gama, Ana Glitz, deixou de vencer alguns concursos, principalmente o de 1984, perdendo para a representante do Flamengo, devido a pressão que os acirrados torcedores do time de São Januário fizeram nos estúdios da TVS paulista.
Foi um barulho ensurdecedor que os vascaínos das organizadas fizeram que irritou os jurados e acabou prejudicando a melhor candidata daquele ano.
Como resultado, Ana Glitz teve a imagem muito queimada entre organizações dos concursos de beleza e associada à miss que aonde aparecia a torcida ia atrás, capaz de mover céus e montanhas, brigar com todo mundo, para vê-la vitoriosa.

Muciolo Ferreira

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>

Patrick disse...

Foi uma grande injustiça naquela final do concurso Miss Rio de Janeiro!!!!Os jurados só votaram na Valéria,porque ela estava representando o C.R.Flamengo!!!Pois todos os jurados eram flamenguistas.Com certeza ANa Glitz foi uma das candidatas mais linda que o Estado Do Rio Já teve.A valéria era muito ridícula e muito antipática.

jansen disse...

ana foi a modelo mais linda nos anos 80;deslunbrante;linderrima e poderosa,

jansen disse...

oi amigo voltei;aos domingos nos anos 80;acompanhei a trajetoria dessa beleza grega romana,gostaria de ver outras fotos dela .un abraco

José Marques Neto disse...

Ana Glitz era um pitéu.
Lembro que participou tb de um clip de Fábio Júnior, o da música 'Senta Aqui'.
Apesar de flamenguista torci para que vencesse o Miss Rio de Janeiro promovido pelo Silvio Santos e fiquei decepcionado vendo o júri votar por unanimidade na candidata do meu time de coração.

Anônimo disse...

Ah que maravilha ver as fotos a belíssima Ana Glitz. Ela foi minha coleguinha de escola. Dividíamos o lápis. Não sei por onde anda agora!!

Um grande abraço!!!

Anônimo disse...

oi querido gostaria de ver outras fotos dessa linda miss,ela foi a miss mais linda da era silvio santos...

eduardo disse...

lembro-me tambem daquele dia de injustica em que ana glitz nao foi eleita miss rj,so pelo fato de a torcida ter feito muito barulho e isso tenha irritado o juri causou essa injustica,pois afinal juri tem que ser justo,julgar nesse caso a beleza e preparo da miss ,e isso ana tinha de sobra.e por isso perdemos junto a chance de termos uma linda miss brasil e quem sabe uma miss universo nos anos 80

Anônimo disse...

ana glitz foi a miss mais linda da sua epoca,injusticada por um grupo de jurados cego e incompetente,com isso tambem perdemos,pois perdemos a chace de termos uma linda miss brasil e quem sabe uma miss universo dos anos 80.o que se faz no passado,reflete no futuro.ainda hoje nao temos uma miss universo mais proxima da nossa epoca...

leite disse...

ei fico pensando ,ana foi derrotada ,mais sempre sera lembrada como a verdadeira vitoriosa,o juri com certeza deixou de eleger a grande miss brasil.

leite disse...

ana ficou eternizada como a verdadeira miss rio de janeiro,o jure deixou de eleger a mais bela miss de todos miss brasil.

Anônimo disse...

De fato, o peito é pequeno,mas a beleza de Ana eragrande demias.Acho ,sim,q merecia o MRJ.No vídeo,(em p&b)ela está deslumbrante.No MB,aí sim,teria a gaúcha e paranaense pela frente,além de F.de Noronha.Abraçosl Japão

Anônimo disse...

Acho que não elegeram a Ana Glitz como miss Rio de Janeiro 1984 porque se ela chegasse ao Miss Brasil perderia a graça. Nenhuma outra candidata teria chance contra ela por mais bonita que fosse. A Ana tinha uma beleza impactante demais. Ninguém tinha dúvidas de que ela seria a Miss Rio de Janeiro. Quando anunciaram a outra candidata vencedora ficou claro que só fizeram isso para não causar desânimo antecipado nas concorrentes dos outros estados. Ana Glitz Miss Brasil.